X

Caso tenha alguma questão que nos queira colocar, clique no botão “Desejo Ser Contactado” e envie os seus dados. Obrigado e até breve!

A alimentação e a nutrição têm um grande impacto na saúde, influenciando directamente a qualidade de vida das pessoas idosas. Independentemente da faixa etária, a hidratação tem um papel fundamental na saúde, pois desempenha diversas funções no organismo, tais como:

A água é o maior constituinte do corpo humano. Contudo, a proporção de água no organismo humano tende a diminuir com o envelhecimento. A European Food Safety Authority (EFSA) recomenda uma ingestão hídrica diária de 2,0L para as mulheres e 2,5L para os homens.

Importância da hidratação no Idoso

Desidratação

A desidratação é uma forma de malnutrição e define-se pela perda excessiva de fluídos corporais. As consequências da desidratação podem ser graves, aumentando a morbilidade e a mortalidade nesta faixa etária e culminando, muitas vezes, na hospitalização. Deste modo, a identificação precoce da desidratação é fundamental para prevenir e controlar esta situação clínica.

Existem vários factores que levam à desidratação. Na população idosa os mais frequentes são:

Alguns sinais da desidratação incluem: a secura da boca e axilas, uma urina com cor e odor intensos, a desidratação da pele, a diminuição da produção de saliva, a perda de peso acentuada, etc.

A desidratação está associada a várias consequências no Idoso, tais como:

 

Como aumentar o aporte hídrico no Idoso?

 

Sofia Oliveira - Nutricionista da DomusVi Portugal

Sofia Oliveira – Nutricionista da DomusVi Portugal