Ao longo da vida, o organismo sofre modificações que podem comprometer o estado  nutricional e, consequentemente, a saúde e a qualidade de vida.  

Por vezes, apenas com alterações simples ao hábito alimentar, é possível atingir e  manter um estado nutricional adequado. Atentemos a algumas estratégias práticas: 

Planeie as refeições, para evitar recorrer a alimentos desequilibrados – Inicie o dia com o pequeno-almoço, ingerindo, a partir deste momento, refeições em  intervalos regulares 

– Ao pequeno-almoço e lanches, garanta sempre uma fonte de proteínas, como  queijo, leite, iogurte, ovos ou frutos gordos. Acompanhe com uma fonte de cereais, como a aveia ou o pão. 

– Às refeições principais, comece por uma sopa de legumes e hortaliças, com  leguminosas 

– No prato, reserve um quarto para a carne, peixe ou ovos, outro quarto para a  batata, massa, arroz ou leguminosas e a metade restante para os hortícolas, crus ou  cozinhados. Poderá repetir os hortícolas

– Como sobremesa, prefira a fruta. Ao longo do dia, garanta cerca de 3 peças médias – A bebida de eleição deverá ser a água 

Beba água ao longo do dia, às refeições ou nos seus intervalos. Por exemplo, se incluir  2 copos de água por refeição, facilmente se aproxima da recomendação diária de 1,5  L. Mas outras bebidas contam! Infusões, tisanas, água aromatizada, gelatina, receitas  ricas em água como a caldeirada também contribuem para a hidratação.

– Para temperar e cozinhar, prefira azeite, como fonte de gordura. As especiarias (caril, açafrão…) e ervas aromáticas (louro, salsa…), ajudam a reduzir a adição de sal – Privilegie métodos de confeção simples e equilibrados como cozidos, grelhados,  assados no forno e estufados com pouca gordura adicionada 

Varie os alimentos para que não existam défices nem excessos nutricionais. 

– Alguns alimentos tradicionais poderão marcar presença na alimentação, mas apenas esporadicamente, como as bolachas açucaradas, compotas, refrigerantes, bolos,  chocolates, fritos, enchidos e bebidas alcoólicas

De salientar que mesmo cumprindo as principais regras de alimentação, alguns  nutrientes poderão estar em défice. Há que visitar regularmente a sua equipa de saúde  para verificar se há necessidade de estratégias alimentares específicas ou de  suplementação. 

DomusVi - Passos para uma alimentação saudável em seniores

Prevenir ou tratar desnutrição e/ou excesso de peso é fundamental para a saúde! Para mais informações, consulte um nutricionista.

Ângela Henriques – Nutricionista da DomusVi Dom Pedro V